Distância

distância 18,0km

Duração

duração 7:00h

Percurso

tipo de percurso circular

Dificuldade

grau de dificuldade algo difícil

Desnível acumulado

desnível acumulado 440m

Altitude máxima

altitude máxima 318m

Altitude mínima

altitude mínima 161m

ligar / desligar camadas no mapa

Balizas de Socorro
Alertas
O que visitar

legenda

tipos de baliza de socorro:

meios terrestres

por meios aéreos

tipos de percursos:

percurso socorro meios 4x4

percurso socorro a pé

PERCURSO NÃO HOMOLOGADO - NÃO MARCADO

2021 (2º semestre)

Percurso

A Rota do Penhascoso estende-se ao longo de um extenso e verdejante vale atravessado todo ele pela Ribeira do Coadouro, o principal fio condutor deste trilho. Ao longo do trajeto, a água é uma presença constante, sendo inúmeros os locais que convidam a um contacto próximo com a natureza.

O percurso começa e termina no Jardim do Fundão, no centro da pitoresca aldeia de Penhascoso, rica em património cultural e paisagístico. O coreto, as várias capelas e fontanários, assim como a Igreja de Nossa Senhora do Pranto e a Torre do Relógio, além do casario, bonito e cuidado, merecem um olhar atento e demorado antes (ou depois) da caminhada.

Com apontamentos que relembram, aqui e ali, vidas dedicadas ao campo, ao gado e ao pinhal, este é um trilho vincadamente rural, onde se destacam, de resto, alguns campos ainda cultivados, pequenos rebanhos e paisagens bucólicas.

Património Natural

Percorrendo as ribeiras do Penhascoso vamos encontrando margens com as galerias ripícolas povoadas por espécies arbóreas como o freixo, o amieiro e o sanguinho de água. À medida que nos afastamos das águas surgem outras espécies autóctones das quais podemos destacar o medronheiro, o folhado e diversas variedades de orquídeas a colorir a paisagem.

Nos céus abundam as aves de rapina em busca das suas presas, algumas presenças comuns são a águia cobreira, a águia calçada, o falcão comum e o bútio-comum que habita todo o ano por estas paragens. Nas zonas mais planas encontramos charcas e poços rasos povoados com diversas espécies de cobras de água, rãs, sapos e outros anfíbios.

Património Cultural

Percorrer os 18km que integram a Rota do Penhascoso é fazer uma caminhada por uma zona verdadeiramente encantadora e genuína. Além do vasto património edificado na localidade de Penhascoso, de onde salientamos a magnífica Fonte Velha, destacamos ainda nesta rota a Ponte do Coadouro, romana, composta por três arcos, o central maior, com talhamares nos pégões das duas faces, a aldeia (abandonada) Monte João Dias e a Fonte, Lavadouro Público e Bebedouro dos Burros, estes três na Carregueira.

Quanto ao património natural, evidenciam-se os miradouros do Casal do Barba Pouca (aldeia onde foi encontrada uma alabarda de silex), do Coadouro e da Serra da Feiteira, a mina de água do Ribeirinho, a Fraga da Penha, formação rochosa com potencial para os amantes de escalada, o Poço da Penha e o Açude do Coadouro.

PONTO DE PARTIDA:

JARDIM DO FUNDÃO

N 39º 32' 32.935'' W 8º 2' 18.917''

PONTO DE CHEGADA:

JARDIM DO FUNDÃO

N 39º 32' 32.935'' W 8º 2' 18.917''

ÉPOCA DO ANO ACONSELHADA: PRIMAVERA, VERÃO, OUTONO

Fundo dos links relacionados